segunda-feira, 30 de maio de 2011

Dois caminhos e uma escolha

O cair é do homem; o levantar é de Deus.

Depois de uma tragédia na caminhada espiritual, onde alguns homens são reduzidos ao nada, em decorrência de seus pecados e suas falhas, existem dois caminhos a serem seguidos:

O caminho da confissão e do arrependimento ou o caminho da morte espiritual.

O caminho do arrependimento é aquele onde você reconhece seu pecado diante de Deus e o confessa. Aquele que esconde seus pecados nunca properará, mas aquele que os confesso e os deixa, alcança misericórdia. Pv 28:13

Neste caminho seus olhos devem permanecer fitos no autor e consumador da sua fé. Olhos em Jesus.

Neste caminho existem vários atalhos, onde o próprio Deus nos guia entre eles. As vezes as "estradas"parecem desertos, onde por muitas vezes pensamos que vamos morrer. É neste período onde somos humilhados, reduzidos ao nada. Acusações e pedradas nos atingem de todos os lados...

Deus nos leva ao deserto para nos provar e ver o que está em nosso coração...   Deut 8:2

Depois de resistirmos as árduas estradas, os pés doloridos do caminho, as "tentativas de assassinato espiritual", as pedradas, começamos então a aprender com os nossos erros. É o estágio onde Jesus disse para Paulo, a minha graça te basta!

O pecado traz marcas que muitas vezes são permanentes na vida de uma pessoa. Seu efeito pode passar e sua dor nunca mais ser sentida, no entanto as cicatrizes permanecerão para sempre.

Penso que num estágio avançado da nossa caminhada cristã, onde deslizes nos levarão a crescer um pouco mais, cicatrizes não são mais vergonha. Quando olhamos as cicatriz, podemos ver o quanto Deus é misericordioso, e por outro lado, o quando devemos usar da mesma misericórdia para com nossos irmãos.

Porque: Aquele que está de pé, cuide para que não caia.

Num estágio final, crescemos com os nossos próprio erros. Deus faz todas as coisas cooperarem para o bem daqueles que o amam. Rm 8:28

O outro caminho a ser seguido, fora do arrependimento, é o da morte espiritual. Neste caminho os pecados nunca são confessados e por consequencia, os planos de Deus para sua vida são abortados.

O tempo não apaga pecados, e sim o sangue de Jesus, através do arrependimento e confissão dos mesmos.

Enquanto eu calei os meus pecados, meus ossos envelheceram.

Escolha o caminho que deves seguir e nunca esqueça:

Jesus é o caminho a verdade e a vida. Nenhum outro caminho te levará a vida fora de Jesus.

Um grande abraço a todos os leitores do blog.

Pra. Thaís Itaborahy
Postar um comentário

Pages

Followers